VIAJAR ENRIQUECE A VIDA E DURA PARA SEMPRE!

Bem-vindo ao blog da caravana para a Irlanda com a Eddie Van Feu, escritora anarquista e bruxa wiccana. Aqui você curte as dicas para viajar para essa terra mágica e fica por dentro da próxima viagem: ESCÓCIA E IRLANDA 2017! Conheça o roteiro completo AQUI! Para informações gerais ou entrar na mala direta da viagem, mande um e-mail: suporte@eddievanfeu.com.



quinta-feira, 1 de julho de 2010

Vamos nos preparar! Arrumando as malas

Olha que linda é Dublin, nosso ponto de começo e fim!

Oi, gente! A Helena mandou um monte de e-mails falando sobre como está emocionada com os posts daqui e eu disse pra ela que eu mesma fico esperando aquele momento do dia em que posso fugir da realidade e viajar para a Irlanda. Acho que estou indo pra lá aos poucos! Ela mandou umas dicas muito interessantes. Pra começar, ela achou um site muito legal sobre efetividade em viagens, falando sobre escolha de malas e como arrumá-las. Eu li e gostaria de acrescentar minhas dicas de experiência (afinal, segundo meus amigos, eu viajo mais que aeoromoça). Então, vamos lá!

Uma das dicas que a Helena falou foi sobre colocar uma identificação na mala para que ela não seja pega por engano. Mais ainda! Mergulhar a fita em Sangue de Dragão para que ela não seja extraviada! Achei a idéia brilhante! Então, pensei no seguinte! Em alguns dias, vou ter que encantar mais espelhos com a Lua para as caixas multiplicadoras que acabaram. Então, vou preparar uma fita em um ritual, com Sangue de Dragão e o que mais eles pedirem, e levo as fitas pra todo mundo no dia! O que vocês acham? Agora, vamos às dicas do site. Basicamente, copiei o texto e acrescentei minhas dicas pessoais. Quem quiser ir direto à fonte, o site é o www.efetividade.net

Mais uma vista de Dublin de noite. O lugar é bonito até no escuro!

O QUE LEVAR NA MALA (meus comentários estão em itálico):

Compartilhe suas dicas!
  1. Nada de sapato novo na bagagem, quem viaja sempre caminha mais do que planejou e precisa de sapato confortável, já amaciado. E pergunte a qualquer soldado que já saiu em campo sobre a importância de meias limpas e secas… Gente! Sapato apertado ninguém merece! Eu costumo levar dois pares de sapato em viagens: um confortável, geralmente o tênis com o qual já vou, para calças e shorts. E um confortável para vestidos e saias. Se rolar uma festa, entra um salto alto. Não se esqueça de chinelos ou pantufas pra andar no quarto do hotel (isso eu só levo em viagens maiores). Procure levar sapatos de solado alto, tipo kildare, pois o frio vem do chão.

2. Líquidos de higiene pessoal (xampus, desodorantes, etc) devem ir em frascos pequenos e rígidos. Lacre tudo e coloque em sacos plásticos ou em uma mini frasqueira, porque quando isso vaza, faz uma tremenda lambança. Em lugares estrangeiros, não aconselho a comprar lá xampus e condicionadores. Leve o que seu cabelo já conhece. Eu sei que correria o risco de ficar Black Power com xampus que não conheço. Tanto esses vasilhames quanto perfumes e bijus, coloque entre roupa macia ou em frasqueira. A GOL já destruiu um colar de casamento meu!

  1. Viajantes experientes dizem que devemos levar na bagagem roupas suficientes para uma semana ou para a duração da viagem + 2 dias, o que for mais curto. Nas viagens de mais de uma semana, vale mais a pena usar os serviços das lavanderias do seu caminho. Várias peças de roupa podem ser lavadas no banheiro do hotel e secam no quarto – procure no supermercado ou em uma loja de conveniência por um detergente líquido para lavagem de roupas, e leve consigo um cordão resistente e alguns prendedores. Eu otimizo minhas roupas com peças que combinam e acessórios criativos, como echarpes, cachecóis, coletes, sobreblusas ou transparências. Isso muda o visual e as pessoas quase não percebem que você está com a mesma roupa. Lembre-se de que não ficaremos mais do que dois dias em um mesmo hotel, então se for pedir pra lavar, tem que se assim que chegar. Leve muita roupa de baixo e meias. Para as mulheres, sugiro o protetor de calcinha (Carefree) que é muito bom.
  2. Leve seu óculos reserva como precaução. Não esqueça também dos remédios de uso contínuo (leve junto uma receita) e, dependendo de para onde você for, mais analgésico, antitérmico, antigripal, antialérgico, digestivo, repelente, protetor solar, colírio, acessórios para lentes de contato e pastilha para dor de garganta, além dos produtos de higiene pessoal. Bom, não tenho um óculos reserva e nunca levo remédios, mas é uma boa dica. O que nunca falta na minha mala é protetor solar e anti-transpirante.
  3. Se for para um lugar frio, ao invés de levar o casaco mais pesado do seu guarda-roupa, leve 2 casacos, um mais fino e outro um pouco mais pesado, que você possa usar separadamente (escolhendo o melhor para a temperatura de cada dia) ou em conjunto quando o frio realmente “pegar”. Minha jaqueta de couro preta já vai andando sozinha para o aeorporto. Sugiro também boinas, echarpes e luvas. Vamos no final do verão, mas o clima está louco e lá é frio mesmo.
  4. Faça uma lista ou tire uma foto do conteúdo da mala, para facilitar a conferência na hora de arrumá-la para a volta, para ajudar a compor o álbum da viagem (se for turismo) e para ajudar a compor a reclamação em caso de extravio. E atenção para a gestão do conhecimento: guarde a lista ou a foto para ajudar na hora de arrumar a mala da sua próxima viagem! Olha só! Essa da foto eu não sabia! Eu costumo sempre fazer uma lista, o que faz toda a diferença. Não a uso na hora de voltar, quando o que faço é uma conferência final no quarto, revirando cama e olhando tudo pela última vez, incluindo armários e banheiros.
  5. Aparelhos eletrônicos e objetos sensíveis devem ir todos na bagagem de mão, exceto se o regulamento não permitir. Verifique antes, porque o responsável pela inspeção vai te dar 2 opções: abandonar o objeto irregular, ou sair da fila e ir até o balcão da companhia para despachar. Ferramentas e itens cortantes ou perfurantes, por exemplo, devem ir todos na bagagem despachada. Costumo levar tudo que é eletrônico na bagagem de mão, como notebook, câmera e mp3. Nunca deu problema.
  6. Tenha um plano geral do seu itinerário completo, mesmo se for uma viagem a passeio e você esteja disposto a flexibilizar todas as datas e destinos. Saber as principais rotas, estradas, hotéis, companhias aéreas, locadoras de carros, etc. do seu roteiro é algo que você descobre rapidamente via internet, não ocupa espaço na bagagem e pode fazer toda a diferença. Isso é comigo e o pessoal da Abbatour, vocês não precisam esquentar a cabeça. Apenas sigam-nos! Em todo caso, o roteiro completo está aqui.
  7. Atenção para o peso da bagagem e para a segurança dos fechos dela, e para a possibilidade de abrir e fechar a mala a qualquer momento sem traumas. Você que vai carregá-la para cima e para baixo (sem rodinhas, nas escadas e nas calçadas menos regulares), e terá que lidar com o problema caso o zíper arrebente ou trave, ou se algum órgão de fiscalização resolver abri-la na sua presença. Não exagere na lotação da mala. As companhias aéreas podem cobrar o sobrepeso, o zíper pode não aguentar, e você terá que fazer muito mais força. Se for essencial levar tudo o que você separou, mas não está cabendo na mala com facilidade, não use truques – pegue uma mala maior (ideal), ou uma segunda mala. Em geral o passageiro pode levar 20 kg de bagagem na classe econômica e 30kg na executiva, mas nas linhas regionais o limite cai: 10 kg em aviões com até 20 assentos e 20 kg em aviões com mais assentos. Tô por fora do peso permitido em vôos internacionais. Aprendi a otimizar a bagagem pessoal porque já carrego muito peso por conta dos livros e poções que sempre levo. Dessa vez, ainda vou levar o caldeirão, que deve pesar uns cinco quilos! Não costumo usar cadeados, mas já me disseram que é importante para a segurança. Se for o caso de usar, deixe a chave à mão. Entre uma mala mega pesada e duas mais ou menos, fique com as duas mais ou menos. É mais fácil de carregar nos trechos difíceis (que devem ser poucos, pois provavelmente teremos ajuda).
  8. A checklist de malas de viagem do efetividade.net – este item justificaria um artigo inteiro só para ele! Não esqueça de verificar se você vai precisar de: pilhas para tudo o que for eletrônico, câmeras, filmes ou cartões de memória adicionais, um baralho, um livro bom e leve, bloco e caneta, cartões de visitas, telefone celular, lanterna, canivete, informações sobre câmbio, hotel, passagens e aluguel de carro, documentos e cópias, dinheiro, ferro de passar e secador de cabelo (se você não vive sem), bloco, caneta, pente, escova de dentes, barbeador, desodorante, óculos escuros, capa de chuva ou guarda-chuva compactos, chaves, pijamas, relógio com despertador, transformadores, carregadores, adaptadores de tomadas, extensões, ferramentas, roupas de dormir, roupas para compromissos profissionais, roupas de baixo, roupas de lazer, roupas de frio, roupas de praia, calçados. Nossa! Acho que ele cobriu tudo! Eu dispenso ferros, já que prefiro roupas que não amassem (não passo roupa em casa, vou passar em outro país?!) No nosso caso, não se preocupe em levar objetos mágicos, a menos que deseje. Sugiro levar mantos, pois vamos ter muitos rituais. Quem desejar levar espadas, athames, etc..., deve se informar se é possível, pois creio que é preciso uma permissão especial.
E pra gente não perder o hábito de ver coisa bonita, segue um vídeo da Irlanda com música dos Cranberries, lindíssima! Amanhã tem mais!



Um comentário:

  1. Eddie querida.

    Me vi em cada cantinho desses lugares, e teve alguns lugares em que ví todos nós olhando e nos deliciando com tanta magia e beleza.
    Agradeço todos os dias por ter te conhecido e por você me proporcionar essa linda "volta a minha Terra".

    Bjs. Abençoados.

    ResponderExcluir